FIELD 

fotos_para_o_BLOG_UE_-_cópia.png

A cerca de um ano e meio, fui convidado para almoçar em um evento beneficente no Costão Golf Club, como tinha muitos amigos já frequentando o clube pensei "Vou no almoço, encontro vários amigos, ajudo uma causa social e me divirto". Tudo estava correndo como eu planejava até que me convidaram para ter uma aula inicial de Golf, e aí, tudo mudou. Sempre digo que foi amor a primeira tacada, impressionante como esse  esporte é cativante.

Após algumas aulas, fui pela primeira vez para o campo, e no caminho para iniciar minha jornada no buraco 01, comecei a refletir sobre como cheguei até aquele momento, e tudo ficou claro: disciplina para repetir inúmeras vezes a mesma tacada, aperfeiçoando o movimento em busca da excelência, constância para ter resultados frequentemente, e entendi porque me apaixonei por este esporte. Na minha vida profissional busco constantemente ter esta postura de melhoria contínua, tudo ficou claro.

Ao começar a jogar no campo a primeira coisa que me chamou a atenção foi o cuidado com o campo, devemos deixar o campo melhor do que como o encontramos, se pensarmos, devemos entrar no mercado para ganhar nosso espaço mas não precisa ser extrativista e podemos ter muito sucesso em nossas empresas sem depredar o mercado e deixá-lo literalmente melhor do que o encontramos.

Outra forte característica é o respeito pelo adversário, aprendi que "Adversário não é Inimigo", pelo contrário, se vou ter concorrentes (e tenha certeza que você terá) que sejam referência no mercado, aprendi a disputar com os melhores, seguindo as regras do jogo e buscando vencer pelos seus talentos, habilidades e entrega. Aprendi a aprender com eles e me inspirar neles para buscar meu melhor jogo e entendi que na verdade eu estou disputando comigo mesmo.

Tive inúmeros aprendizados, pois o Golf traz uma série de regras e etiqueta adequada, mas, com certeza, o que mais me impactou foi o fato de você ser responsável por anotar suas tacadas, poxa, se estou lá para competir comigo mesmo, não faz sentido, não ser transparente. Nos negócios sempre vou competir para ser cada vez melhor, envolvendo o meu time para que possamos superar desafios tendo grandes aprendizados e quebrando recordes. 

E se a empresa não crescer como eu espero, volto a praticar o simples movimento inicial, porque aprendi que a resiliência é uma das maiores características dos homens e mulheres de negócios, e eu, quero te encontrar no seleto grupo da EXCELÊNCIA.

E aí,  partiu para o Campo?

Jean Oliskovicz

Founder do UNIVERSO Empreendedor